Artesanato

Escritório do Sebrae no Cariri recebe missão técnica de Cabaceiras (PB)

A comitiva, que tinha à frente o prefeito da cidade paraibana visitou o polo de artesanato do Cariri

O escritório regional do Sebrae no Cariri recebeu nesta sexta-feira (8) a visita de comitiva do município de Cabaceiras (PB). Aproveitando o interesse já demonstrado pelos artesãos do Cariri cearense em relação ao couro caprino produzido em Cabaceiras, o prefeito do município, Tiago Marcone, juntamente com a analista do Sebrae Paraíba, Andrea Sousa, veio conhecer de perto as iniciativas desenvolvidas pelo Sebrae/CE na Região e, ao mesmo tempo, avaliar as possibilidades de estreitar parcerias.

Acompanhado da articuladora do Sebrae no Cariri, Tânia Porto, a comitiva visitou atrativos locais como os ateliers André Couros e D&E, além do Museu do Couro e Atelier de Espedido Seleiro, a Fundação Casa Grande e uma pousada domiciliar no município de Nova Olinda. O grupo também visitou o Pontal de Santa Cruz e o Museu de Palenteologia, em Santana do Cariri e o Centro de Cultura Popular Mestre Noza, em Juazeiro do Norte. 

Aproximação

Durante os contatos, o prefeito fez questão de ressaltar a intenção de estreitar o relacionamento comercial entre o polo coureiro de Cabaceiras e os artesãos caririenses, interessados em comprar, principalmente, a produção da Arteza- Cooperativa de Artesãos e Curtidores de Couro de Ribeira de Cabaceiras.

Com 12 curtumes, 17 oficinas, com cada uma produzindo cerca de 800 peças por mês, 75 sócios e empregando, direta e indiretamente, mais de 300 pessoas, a Cooperativa de Artesãos e Curtidores de Couro de Ribeira de Cabaceiras (Arteza) movimenta cerca de R$ 800 mil por mês, valor aproximado do valor repassado ao município pelo Fundo de Participação dos Municípios (FPM), que é de R$ 900 mil mensais, segundo estimativa de 2015 da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB).

Inspirador

Ao final das visitas técnicas, o prefeito Tiago Marcone considerou o trabalho do Escritório do Sebrae Ceará na Região como “inspirador” já que ele aproveitou para desenvolver ideias que possam alavancar o empreendedorismo no seu município.